// o que nos move

Por um Futuro
Melhor.

Movemo-nos com o propósito de contribuir para uma sociedade melhor capaz de superar os desafios futuros, através do desenvolvimento pessoal das novas gerações, contribuindo para a evolução da nossa comunidade de forma sustentável.

Contactos

Rua Guerra Junqueiro, 447
4150-389 Porto • Portugal

info@u-world.pt

+351 300 600 168

U-World

Criar o seu próprio emprego – 5 Dicas para começar

A ideia de ter o seu futuro profissional nas mãos pode parecer, ao mesmo tempo, avassaladora e um sonho tornado realidade. Os motivos para criar o seu próprio emprego podem ser vários: um espírito empreendedor latente desde a nascença, condições precárias de trabalho, para evitar o desemprego, garantir uma fonte de rendimento ou dar um novo rumo à sua vida profissional. Qualquer que seja a razão, todos os que encetarem por esse caminho possivelmente conturbado veem-se deparados com questões pertinentes como “Por onde começar?” e “Onde obter financiamento?”.

A verdade é que as respostas a estas perguntas nem sempre são fáceis de obter, o que leva a que muitas pessoas, perante certos entraves, acabem por desistir antes sequer de começar. Uma ideia de negócio e um espírito empreendedor não bastam, mas são sempre um bom ponto de partida. Além de capital para investir, terá de saber ponderar, investigar e planear. E lembre-se que, ainda que um projeto pareça concretizável, isso pode não chegar para que este seja lançado no mercado. Por essa razão, e para lhe facilitar esta jornada, apresentamos-lhe 5 dicas para começar.

  1. Arrisque no que sabe – A criação do seu próprio emprego já é um risco suficiente, por isso, opte por desenvolver um projeto na sua área de conhecimento. Invista numa competência que já tenha e ponha-a em prática, entre uma rede de contactos também ela familiar.
  2. Não esteja sozinho – Começar do zero não é fácil, procure talentos empreendedores, cujas qualidades possam ser úteis no seu negócio e complementares às que já possui. Além disso, procure por apoio externo, encontre um mentor, alguém que, tal como você, tenha criado o seu próprio emprego e que esteja a ser bem-sucedido. Peça-lhes dicas, tire dúvidas e descubra inspiração nas suas experiências.
  3. Aprenda com os seus erros… – mas também com os seus sucessos. A aprendizagem constante pode ser fulcral para a constante adaptação do seu projeto ao mundo em constante mudança. Não descure a necessidade de aperfeiçoamento e, para compreender se está a obter resultados, defina metas alcançáveis em determinado período de tempo.
  4. Não se esqueça do tempo livre – No seu próprio emprego, o horário das 9 às 17 não tem de ser o estipulado. Lembre-se que é o seu próprio chefe e que, contudo, não deve descurar a importância de tempo de qualidade fora do horário de trabalho. Passe tempo com a sua família e amigos e tire proveito da flexibilidade que ter o seu próprio emprego lhe confere.
  5. Informe-se sobre os programas de financiamento – A determinação para começar o seu emprego não lhe falta, mas carece em capital para investir? Procure saber mais sobre os múltiplos programas existentes, não só de ajuda financeira, mas também de apoio fiscal, jurisdicional ou técnico:

Motivado para começar? Veja também Tendências de emprego durante a pandemia e adapte o seu negócio às novas tendências.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *